| Blog

Blog

Como ajudar o seu cliente

Como ajudar o seu cliente a escolher o look certo

Escolher peças, montar vitrine, organizar layout, divulgar coleções, atender os consumidores e enfim, finalizar a venda. São passos necessários para efetivar o cliente interessado por algum produto que você oferece, ou, por alguma necessidade específica que ele procura.

O primeiro passo para atender o consumidor é conhecer o comportamento do seu público. Faça uma pesquisa com as pessoas que entram na sua loja, entenda o que elas procuram, mantenha uma lista de pedidos e avalie sempre que possível se você está atendendo as necessidades.

Se a procura estiver alta, é sempre bom avaliar a possibilidade de inserir no mix de produtos, pois, se o cliente entrou na loja, ligou ou de alguma forma entrou em contato é porque ele imagina que você tem esse produto, se não, ele não perderia tempo.

Como ajudar o cliente a escolher o look certo? Essa é uma ótima questão que vamos abordar nesse E-book e assim contribuir com técnicas que vão ajudar você e os seus colaboradores a entender os seus consumidores e deixá-los completos com o look novo.

1- Aproveite o seu cliente

O consumidor entrou na loja pedindo por uma determinada peça que está na vitrine, isso já demonstra que está interessado pelo produto. Quando entrar no provador, continue a conversando com ele, faça perguntas, entre em algum assunto que “dê corda” para continuar a conversa. Pode começar perguntando se já conhece a empresa, se não conhecer, conte um pouco sobre a empresa, como ela surgiu, as marcas que estão trabalhando, tentando dialogar com ele a ponto de se “soltar” e manter uma conversa agradável. Se o cliente já conhecer a loja, busque alguma informação nova na qual ele não conhece, algum produto novo que chegou, alguma novidade…

 

2- Valorize

Todo o cliente é uma oportunidade, por isso, valorize o cliente que está entrando na loja, tente dar toda a atenção possível. É sempre bom lembrar que a empresa depende dos consumidores, então, avalie os seus interesses, anote qualquer informação possível que te faça lembrar do que ele gosta e do que não gosta. O tamanho que usa, cores que atrai, tipo de peça que se sente confortável e depois é só manter atualizado das novidades sempre que possível.

 

3- Tente manter o cliente na loja

Não deixe o cliente sair da loja facilmente, não é porque não deu certo o produto que a você vai desistir do atendimento e deixar o cliente ir embora. Aproveite o cliente até mesmo no provador, leve algumas peças parecidas com o que está provando. Continue conversando com ele a ponto de entender o que gostou ou não na peça e já avalie os produtos em busca de peças que ele pode gostar.

É sempre válido lembrar que o cliente não é você, então não mostre somente produtos que você “acha” que ele pode gostar ou não. Você deve criar estratégias no diálogo para entender o gosto dele e assim oferecer um produto similar afim de despertar ainda mais o interesse.

 

4- Preciso pensar com mais calma

Cliente sempre tem essa resposta na ponta da língua, não é mesmo? Porém, o seu papel não é apenas vender e sim entender e ajudar o consumidor a identificar necessidades que na maioria das vezes eles nem sabem que têm.

“Vou pensar” demonstra que o cliente tem dúvidas a respeito do produto e não se sentiu convencido a efetuar a compra.

Questione o cliente o que não deu certo e ofereça ajuda para pensarem juntos através de argumentos dando sequência no processo de venda.

5- Conheça o valor do seu produto

Conhecer o produto que você está vendendo é o  ponto chave para converter o consumidor. Ainda mais se ele questionar sobre o produto ser caro.

Saiba todas as vantagens e benefícios para justificar o preço do produto. Quando conseguir agregar esse tipo de valor, o preço deixa de ser um empecilho.

6- Confiança

Quando entender a necessidade e os gostos do cliente, fica mais fácil criar certa intimidade que proporciona confiança em você. Assim, fica mais fácil montar o look com base nos produtos disponíveis na loja.

Ajude a separar as peças preferidas e monte alguns looks para servir de inspiração. Provavelmente a cliente já vai associar onde ela pode utilizar o look que seria perfeito para a ocasião.

Você não está modificando os gostos da sua cliente, você está ajudando a melhorar, buscar aquilo que a cliente tem de melhor dentro dela. Entendendo a vida da cliente, onde ela vai, como ela gosta, o que ela já veste hoje e assim colocar alguns detalhes que vão fazer a diferença, porém, dentro do contexto.

Sempre buscar uma peça na cor que o cliente gosta, ajudar a trazer um acessório, peças de tendência de moda. Ajude ela a perceber quem ela é, a se identificar, a passar a imagem que ela quer passar.

Lembrando que é sempre bom evitar criar uma falsa intimidade com os consumidores. Tente não falar demais, ou tentar convence-lo a qualquer custo.

Todas as ações de melhoria são bem-vindas para o desenvolvimento da empresa. Devemos lembrar sempre que um bom atendimento é primordial para executar qualquer outro passo. A primeira impressão é sempre a que fica, então valorize o consumidor, mesmo se o produto a procura não está dentro do seu mix de produtos. O bom atendimento é mais que um diferencial, é uma necessidade básica em qualquer tipo de negócio.
Segundo uma pesquisa da empresa norte-americana US News And World Report, especializada em comportamento dos consumidores, aproximadamente 68% dos clientes não voltam ou não continuam a comprar determinado produto ou serviço pelo mal atendimento e pela má qualidade dos serviços prestados.

E-talk com Cidinha Fonseca sobre Atendimento ao Cliente:

Compartilhar

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *